13 julho 2013

A história do porta malas intacto


Empresário morre após colisão frontal entre carro e caminhão na BR-277, em Irati
Uma ultrapassagem em local proibido e o excesso de velocidade causaram uma colisão frontal com óbito no início da manhã de hoje, 12, na BR-277, em Irati. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) um veículo Honda Civic, placas de Araucária (PR), bateu de frente em um caminhão que transporta combustível.

O condutor do carro, Edilson Correia de Souza, de 35 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Já o motorista do caminhão, placas de Santa Tereza do Oeste/PR Moacir Dionisio Azevedo, escapou ileso. De acordo com a PRF, Edilson era proprietário de uma transportada de veículos. O motorista do Honda Civic seguia sentido Irati/Guarapuava.

Havia muita neblina no momento do acidente, que ocorreu por volta das 6h30. Segundo o motorista do caminhão, ele ia de Cascavel para Araucária e estava circulando em uma velocidade baixa em função da neblina. “O rapaz entrou podando e bateu de frente. Não deu tempo de fazer nada”, relatou Moacir.

O caminhoneiro ainda disse que foi informado pela polícia, que o motorista do Honda Civic, já tinha sido orientado a diminuir a velocidade durante o deslocamento na rodovia. “O policial da guarita disse que ele estava fazendo coisa errada lá para trás e ia se matar se continuasse correndo”, revelou.

O tráfego na BR-277 não precisou ser interrompido, pois os dois veículos foram arremessados as margens da rodovia em função do impacto da colisão.

A única parte que ficou intacta no Honda Civic após o acidente foi o porta-malas justamente onde estava com uma revista com o título "A Grande Esperança".





Nota Gilberto Theiss: É lamentável que este acidente tenha terminado desta forma. Devemos orar pela família pedindo a Deus que conforte o coração deles. Bom, mas, o que de fato me motivou a postar esta notícia é  o último parágrafo da matéria, "A única parte que ficou intacta no Honda Civic após o acidente foi o porta-malas justamente onde estava com uma revista com o título "A Grande Esperança". Me lembro de algumas histórias que contam por ai de uma garota que saiu com amigos, mas, quando a mãe disse que ela fosse com Deus, a resposta enfática da filha é que, o carro estava cheio e que restava apenas o porta malas. Esta história termina em tragédia e o único lugar do carro que escapa ileso é porta malas. Não sei essa história possui alguma veracidade, mas, ao ler esta notícia acima, confesso ter ficado um tanto surpreendido. Independente de qualquer especulação, uma coisa é fato, a mensagem de esperança está ao alcance de todos e ninguém poderá se desculpar diante de Deus. A mensagem da volta de Cristo está sendo proclamada com força e todos os homens e mulheres estão sendo alcançados, inclusive através da literatura, como neste caso específico acima citado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Postagens semelhantes

Related Posts with Thumbnails